Animação por Marta Pucci

Sangramento

O que é "normal"?: duração e variação do ciclo menstrual

  • Compartilhar este artigo no Twitter
  • Compartilhar este artigo no Facebook
  • Compartilhar este artigo pelo WhatsApp

*Tradução: Juliana Secchi

Coisas importantes a saber:

  • A duração do seu ciclo é o número de dias entre menstruações, contando do primeiro dia da sua menstruação até o dia antes de sua próxima menstruação começar
  • Para adultos que não usam nenhuma forma de contraceptivo hormonal ou DIU, a duração típica do ciclo varia de 24 a 38 dias
  • O uso de contraceptivo hormonal ou DIU pode mudar a duração e a variação do seu ciclo

O ciclo menstrual é mais do que apenas a sua menstruação—são as mudanças rítmicas do seu sistema reprodutivo. As mudanças ao longo do ciclo menstrual são comandadas pelos hormônios, que incluem estrogênio, progesterona, hormônio de estimulação do folículo, testosterona e outros. Eles desencadeiam o crescimento dos folículos nos ovários, a liberação de um óvulo (ovulação), e o crescimento e descarga do revestimento uterino (menstruação).

Ter um ciclo menstrual é como ter um sinal vital a mais, como sua pressão arterial ou seu pulso (1). Seu ciclo deixa você saber quando tudo está funcionando normalmente, quando seu corpo está passando por alguma mudança, ou quando algo não está como deveria. Alguma variação no seu ciclo é completamente normal, mas um ciclo que está constantemente fora da média de intervalo pode ser o primeiro sintoma perceptível de uma condição de saúde tratável.

Qual é a duração normal de um ciclo para pessoas que não tomam contraceptivos hormonais?

Duração do ciclo em adultos

A duração normal de um ciclo menstrual em adultos que não fazem uso de nenhum tipo de contraceptivo hormonal ou DIU costuma ser entre 24 e 38 dias (2). Isso significa que um adulto terá entre 11 e 13 ciclos menstruais por ano (2).

Variações nas durações do ciclo são normais (3). Em um mesmo ano, a duração entre o ciclo mais longo e o ciclo mais curto pode variar até 9 dias e ainda ser considerada dentro dos intervalos normais. Por exemplo, uma variação normal pode ser que um ciclo tenha 25 dias de duração, seguido por um ciclo de 33 dias (4).

A maioria dos seus ciclos deve estar nesse intervalo, mas é normal ter alguns ciclos mais longos ou mais curtos. A duração do seu ciclo pode ser afetada por fatores como estresse, dieta, jet lag ou exercício - qualquer coisa que afete seus hormônios reprodutivos (5-11).

Duração do ciclo em adolescentes

Os ciclos menstruais em adolescentes por volta do período da menarca (a primeira menstruação) pode variar muito (12). É comum que os ciclos sejam um tanto irregulares por alguns anos após a sua primeira menstruação (13). Isso significa que as suas menstruações podem nem sempre vir no mesmo período em cada ciclo, e elas podem ser um tanto diferentes de ciclo para ciclo. Conforme você vai avançando na adolescência, os ciclos vão se tornando mais regulares para retratar os intervalos dos ciclos adultos, mas podem ainda ser um pouco variáveis. (12-14).

A duração normal de um ciclo menstrual de um adolescente costuma ser entre 21 e 45 dias, mas pode às vezes ser mais longo ou mais curto (14).

No início da menarca, você pode não ovular em todos os ciclos. Contudo, conforme você vai avançando na puberdade, a ovulação provavelmente ocorrerá na maioria dos seus ciclos, o que vai ajudar a regular a duração do seu ciclo (12). Ciclos anovulatórios (um ciclo menstrual em que um óvulo não é liberado pelos ovários) podem tornar as durações dos ciclos irregulares e mais longas (1).

Qual é a duração normal do ciclo para quem toma contraceptivo hormonal (por exemplo, pílula, anel vaginal, adesivo)?

Contraceptivos hormonais—como a pílula, o anel vaginal, ou o adesivo—controlam a regulação de hormônios no seu corpo, como estrogênio e progesterona (15). Quando usados corretamente, os hormônios de seu contraceptivo hormonal impedem que os ovários preparem e liberem óvulos. Isso interrompe o ritmo cíclico hormonal comum do seu corpo, permitindo que o contraceptivo controle o crescimento e a descarga de seu revestimento uterino (sua menstruação).

A duração do seu ciclo dependerá do tipo de contraceptivo hormonal que você usa.

A pílula

A pílula anticoncepcional é geralmente dosada em cartelas que oferecem um ciclo de 28 dias, com 21 a 24 dias contendo hormônios ativos e 04 a 07 dias contendo pílulas sem hormônios ou sem tomar pílulas durante esses dias (16). O sangramento menstrual ocorrerá durante esses dias "sem hormônio", devido à não tomar os hormônios. Isso tornará o seu ciclo regular e com aproximadamente 28 dias a cada ciclo (15). Assim que você começa a tomar a pílula ou se você toma suas pílulas de forma irregular, você pode experimentar sangramento de escape ou sangramento vaginal (15,16).

Também existem cartelas de pílulas de ciclo contínuo, com pacotes de 90 dias ou de 365 dias (15). Isso fará com que seu ciclo tenha duração de 3 meses ou um ano.

O anel vaginal e o adesivo

O anel vaginal e o adesivo são normalmente dosados para administração em um ciclo de quatro semanas (15). O anel vaginal contém ambos estrogênio e progesterona e é inserido na vagina por 21 dias e depois removido por sete dias, o que estimula o sangramento menstrual (15). O adesivo contraceptivo também é usado por um período de 4 semanas, com um novo adesivo sendo aplicado por três semanas seguidas, seguido por uma semana de "sem adesivo", o que estimula o sangramento menstrual. Ambos métodos tornarão seu ciclo regular e com aproximadamente 28 dias de duração quando usados corretamente (15).

Algumas pessoas também podem decidir pular qualquer sangramento menstrual enquanto estão usando contracepção hormonal, ao não seguir os dias "sem hormônio". Isso prolongará sua duração do ciclo até o final de sua próxima cartela de pílulas anticoncepcionais ou quando você remover seu anel vaginal ou adesivo. Sangramento vaginal ou sangramento de escape são comuns mediante uso prolongado (17).

O que é uma duração de ciclo normal para pessoas que tomam contraceptivos somente de progestina (por exemplo, mini pílula, injeção, implante)?

Existem muitas variações de contraceptivos hormonais, todos contendo diferentes tipos e níveis de hormônios. Alguns tipos de contraceptivos não contém nenhum estrogênio e só contém progestina—uma forma sintética de progesterona (16). Esses métodos incluem pílulas somente de progestina (a mini pílula), injeções de progestina (aplicação), ou implantes de progestina (16,18).

A mini pílula

Quando estiver tomando pílulas contraceptivas somente de progestina, você pode ter um ciclo menstrual atípico. Pílulas contraceptivas somente de progestina afetam o ciclo hormonal reprodutivo, frequentemente impedindo os ovários de preparar e liberar óvulos (18,19). Eles também fazem diminuir e afinar o crescimento típico do revestimento uterino. Muitas pessoas experimentam sangramento menstrual irregular, sangramento reduzido, ciclos mais curtos ou amenorréia (sem menstruação) com pílulas somente de progestina, especialmente quando as pílulas não são tomadas no mesmo horário todos os dias (18).

A injeção e o implante

A injeção e o implante trabalham para parar a ovulação, o que impede o ciclo hormonal (18,20). Ambos métodos de contracepção geralmente afetam os ciclos menstruais, seja prolongando ou encurtando a duração dos ciclos (18,20). Muitas pessoas, particularmente aqueles que fazem uso da injeção contraceptiva, ao longo do tempo nunca apresentarão amenorréia (18,20,21). Muitas pessoas experimentam sangramento menstrual ou sangramento de escape inesperados, apesar de a frequência dos dias de sangramento menstrual diminuir com o tempo (18,20-24). Todas essas mudanças são normais com essas formas de contraceptivos.

Dispositivo intrauterino (DIUs) e o seu ciclo

Duração do ciclo e o dispositivo intrauterino (DIU)

Quando estiver usando um DIU hormonal, você pode ter um ciclo atípico. Sua duração do ciclo e menstruação podem variar dependendo de qual DIU hormonal você tem e por quanto tempo você o teve. DIUs com doses mais baixas de progestina são menos propensos a inibir a ovulação em comparação a DIUs de dosagens mais altas de progestina (25,26).

Ciclos podem ser mais longos ou iguais a antes do seu DIU. As menstruações geralmente se tornam mais leves e muitas pessoas param completamente de ter suas menstruações com o DIU hormonal (16). Também é comum ter um sangramento de escape leve e irregular, especialmente nos primeiros meses (16). A duração de seu ciclo provavelmente mudará ao longo do tempo com o DIU hormonal (16).

Duração do ciclo e o DIU de cobre

Ter um DIU de cobre não deveria afetar a duração do seu ciclo, uma vez que os DIUs de cobre não têm hormônio. Dessa forma, você experimentará as mesmas flutuações de estrogênio e de progesterona no seu ciclo, igual a quando não estava usando um DIU de cobre (27). Isso significa que a maioria dos seus ciclos deveria ter entre 24–38 dias de duração, o que é o intervalo médio para duração do ciclo em adultos. Algumas pessoas que usam o DIU de cobre podem perceber que a sua menstruação é mais pesada e mais longa, ou podem experimentar sangramento de escape fora do esperado, mas esses efeitos secundários geralmente melhoram com o tempo (16,28).

Ciclos irregulares usando contraceptivos hormonais

Não é incomum ter leves sangramentos de escape quando você estiver apenas começando a usar um contraceptivo hormonal, ou quando você recentemente mudou para um novo contraceptivo hormonal. Se você vem usando algum método contraceptivo hormonal por mais de três meses e ainda estiver tendo sangramento vaginal habitual, você pode conversar com seu profissional de saúde sobre mudar o tipo ou a marca de seu método. Sangramento de escape também pode acontecer se você tiver optado por não pular sua menstruação enquanto estiver sob contracepção hormonal (17).

Usar seu método inconsistentemente ou incorretamente pode causar sangramento menstrual irregular. Isso afetará a duração de seu ciclo e a densidade da sua menstruação. Pessoas que usam seu método de contracepção incorretamente também correm maior risco de gravidez em comparação às pessoas que o usam corretamente. Esquecer-se de tomar suas pílulas, tomar pílulas placebo cedo ou remover um anel vaginal ou adesivo cedo podem aumentar o risco de gravidez.

Por que ciclos variam

A duração do seu ciclo típico é determinada pela sua idade, genes, saúde, índice de massa corporal (IMC), comportamentos e métodos contraceptivos (16,29).

Se você menstrua há alguns anos, seu ciclo geralmente deve ter a mesma duração em cada ciclo. Você ainda pode perceber mudanças de tempos em tempos—a duração do seu ciclo depende de seus hormônios, que podem variar devido a fatores como dieta, estresse, trabalho em turnos ou tomar uma pílula anticoncepcional de emergência (a pílula do dia seguinte) (5-11,30).

Ciclos menstruais podem variar quando a ovulação não ocorre. Essa é uma das razões pelas quais ciclos variam bastante durante a adolescência, após dar a luz, durante a amamentação e durante a perimenopausa (a transação à menopausa) (31,32). As pessoas estão menos sujeitas a ovular consistentemente durante esses períodos.

Praticar exercício, fumar cigarros e beber álcool também podem afetar a duração e a variação do ciclo (33-38).

An illustration of a heart

Gostou dessa leitura? Ajude-nos a criar ainda mais conteúdo: contribua com nossa pesquisa científica. Donate now

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares