Arte: Marta Pucci

Sexo

Um guia sobre sexo para principiantes

Como transar direito? O básico sobre prazer sexual, ISTs e preservativos.

*Tradução: Jade Augusto Gola

Coisas importantes a saber:

  • A libido (o seu ritmo e apetite sexuais) é um tópico complexo, afetado por aspectos físicos e emocionais

  • O sexo não é apenas para procriação—ele também deve ser algo prazeiroso para cada pessoa envolvida

  • As infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) são comuns e tratáveis se diagnosticas cedo. Muitas pessoas não apresentam sintomas, o que mostra a importância de nos testarmos regularmente.

Não estaríamos neste planeta se não fosse pelo sexo. Embora o sexo é parte do ciclo da vida humana, muitas pessoas ainda têm tabu de conversar sobre o assunto. Em muitos lugares, é comum para as pessoas começarem a aprender sobre sexo durante a puberdade.

Você tem muitas dúvidas e curiosidades sobre sexo, mas não sabe por onde começar? Siga lendo para aprender o básico antes de considerar ter sexo pela primeira vez.

É muito comum que a educação sexual ensinada nas escolas não seja tão profunda como poderia—ou aplicável. Pode levar um bom tempo até que alguém descubra o que funciona para si e quais sejam suas preferências.

Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

Baixe o Clue agora e registre seu apetite sexual, entre outros sintomas e emoções

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

2M+ avaliações

Libido: o que é e de onde que vem?

A nossa libido e o prazer sexuais são impactados por nossa fisiologia, psicologia, expectativas sociais e as interações entre esses domínios. E também não temos um grande entendimento da anatomia sexual feminina e do orgasmo feminino.

Os contraceptivos podem eventualmente afetar a libido, então se você está tomando anticoncepcionais hormonais, monitorar seus sintomas no Clue pode te ajudar a determinar como eles afetam seu corpo e seu desejo sexual.

Monitorar sua libido e atividade sexual no Clue pode te dar um indicativo do que é normal para você em certos momentos do seu ciclo. Download o Clue agora mesmo e começa a monitorar hoje.

O prazer sexual

Quando falamos de sexo, geralmente destaca-se o orgasmo como a principal maneira de alcançar o prazer. O orgasmo feminino, em particular, geralmente é visto como prova de sucesso sexual. Ainda não há pesquisa científica ou informações adequadas o suficiente sobre o orgasmo feminino, embora seja sabido como geralmente as pessoas tendem a alcançar o orgasmo.

Mesmo que você não acabe tendo um orgasmo, há outras maneiras de sentir prazer. Zonas erógenas são partes do corpo que provocam uma resposta sexual quando estimuladas. As zonas erógenas incluem a área genital, mamilos ou qualquer outra parte—de verdade, qualquer parte que te provoque prazer.

O clitóris é das zonas erógenas mais sensíveis devido à sua grande concentração de terminações nervosas (1,2). Ao estimular uma zona erógena, uma resposta fisiológica sexual entra em ação.

O clitóris faz parte da vulva, o nome das partes externas da genitália feminina. A vagina é o "tubo" que conecta a vulva e o colo do útero.

O que você sente de bom no sexo pode não ser bom para outra pessoa. Experimentar com a masturbação para descobrir o que você gosta e desgosta pode ser uma boa ideia.

Como ter sexo mais seguro

O sexo mais seguro é uma maneira de reduzir seus riscos de ISTs (infecções sexualmente transmissíveis).

Nota: em 2016 no Brasil foi alterada a designação costumeira de DST (Doença sexualmente transmissível) para IST (Infecção sexualmente transmissível), seguindo protocolo da Organização Mundial de Saúde.

Essas são as três melhores maneiras de evitar as ISTs:

  1. Uso correto e consistente (sempre, não às vezes) de barreiras (camisinhas e outras barreiras, como as dentais) em partes corporais e brinquedos eróticos em qualquer tipo de sexo vaginal, anal e oral

  2. Ser mutualmente exclusiva(o): você e seu(ua) parceiro(a) têm sexo apenas entre vocês

  3. Testar-se regularmente para todas ISTs, você e seu(ua) parceiro(a)

Métodos de barreira incluem:

Praticar sexo "mais seguro" como uso de métodos de barreira (como camisinhas, luvas e barreiras dentárias) pode diminuir os riscos significativamente (3).

Camisinhas internas ou externas funcionam provendo uma barreira física que previne as genitálias e os fluidos corporais de entrarem em contato com as partes corporais de seu(ua)parceiros(a) (4).

É especialmente importante usar um método de barreira para proteger você e seu(ua) parceiro(a) de ISTs se vocês não sabem ao certo se têm ISTs ou não, e se for o caso de vocês estarem transando com outras pessoas.

Infecções e doenças sexualmente transmissíveis (ISTs): prevenção, sintomas e tratamentos

Todos os dias, mais de um milhão de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) são adquiridas no mundo todo (5). Elas são incrivelmente comuns—leia aqui o que usuárias do Clue contaram sobre suas experiências com ISTs.

Mas o que você sabe sobre as ISTs? Você sabia que muitas ISTs não têm nenhum sintomas, ou sintomas muito suaves? Saber alguma informação básica pode mudar a maneira como você toma cuidados em sua vida sexual.

Clamídia

  • A clamídia geralmente é assintomática, o que significa que muita gente não sabe que a tem

  • Os sintomas da clamídia incluem corrimento amarelo como pus; micção (xixi) frequente ou dolorosa; manchas entre menstruações ou após o sexo; e/ou dor, sangramento e corrimento anal

  • Sem tratamento, pode levar a doenças inflamatórias, dor pélvica crônica, gravidez ectópica e/ou infertilidade em mulheres e pessoas com o trato reprodutivo feminino

Herpes genitais

  • As herpes genitais são a segunda IST mais comum nos Estados Unidos

  • Algumas pessoas com herpes exibem bolhas e úlceras recorrentes em suas áreas genitais

  • Muitas pessoas com herpes não tem sintomas, mas ainda assim seguem sendo transmissores da doença

  • Não há cura para herpes, mas surtos e sintomas podem ser administrados

Gonorreia

  • A gonorreia às vezes é assintomática, ou seja, muita gente não sabe que a tem

  • Sem tratamento, pode levar a doenças inflamatórias, dor pélvica crônica, gravidez ectópica e/ou infertilidade em mulheres e pessoas com o trato reprodutivo feminino

  • Infecções de gonorreia devem ser tratadas com dois medicamentos antibióticos

Tricomoníase

  • A tricomoníase geralmente é assintomática, o que significa que muita gente não sabe que a tem

  • Algumas pessoas podem ter sintomas como corrimento vaginal maior, fedorento; coceira e dor na vulva e/ou dor ao urinar e durante o sexo com penetração

HIV

  • O HIV é transmitido através do intercâmbio de certos fluidos corporais como sangue, sêmen, leite materno e fluidos vaginais

  • Saliva, lágrimas, muco nasal e espirros e contato físico no geral não transmitem HIV

  • Praticar de forma desprotegida sexo anal, pênis-vagina e até oral (apesar que raramente) pode transmitir o HIV

  • Não há cura para o HIV, mas estão disponíveis medicamentos que mantem a carga viral baixa e reduzem imensamente o risco tanto de contágio quanto transmissão do HIV

Quais ISTs eu posso pegar de cada tipo de sexo?

As infecções sexuais podem ser transmitidas não só pelo semên, mas também por fluidos vaginais, por contato com membranas mucosas da pele, sangue, saliva e até mesmo fezes (6).

É difícil estabelecer qual ato sexual é responsável por determinada transmissão de doenças, já que as pessoas atuam em mais de um tipo de atividades sexuais (por exemplo, ter tanto sexo oral quanto sexo pênis-vagina durante a mesma transa).

ISTs que se podem pegar pelo beijo:

  • Herpes oral (HSV-1)

ISTs que se podem pegar pelo sexo oral:

  • Clamídia

  • Gonorreia

  • HPV

  • Herpes (HSV-1 e HSV-2)

  • Sífilis

  • HIV

  • Tricomoníase

ISTs que se podem pegar de dedos e mãos (anal e vaginal):

Qualquer coisa que possa causar cortes ou fissuras no ânus ou nas genitálias—como unhas, anéis e outras rupturas das membranas mucosas—pode aumentar a probabilidade de ISTs de sangue (como HIV ou hepatites B e C). Se seus dedos entram em contato com os genitais de outras pessoas e logo com os seus, as ISTs podem ser passadas por secreções genitais.

Por segurança, lave sempre as mãos depois de tocar os genitais de alguém, ou mesmo utilize luvas para proteção extra.

ISTs que se podem pegar pelo sexo pênis-vagina

  • HIV

  • Gonorreia

  • Clamídia

  • Herpes

  • HPV

  • Sífilis

  • Cancro mole

  • Hepatites B e C

  • Tricomoníase

  • Verrugas genitais

ISTs que se podem pegar pelo sexo anal

  • HIV

  • Hepatites B e C

  • HPV

  • Sífilis

  • Gonorreia

  • Clamídia

  • Herpes

  • Verrugas genitais

  • Doenças transmitidas por microorganismos de fezes (Giardia, Shigella, Salmonella, Campylobacter e E. coli) (7)

ISTs que se podem pegar por brinquedos eróticos

Ainda não há muita pesquisa dedicada à transmissão de ISTs por brinquedos eróticos. É possível que a transmissão de infecções e doenças sexuais possam ocorrer dos fluidos genitais para os brinquedos eróticos. Para maior segurança no uso desses brinquedos, utilize uma camisinha neles ou limpe e os esterilize. Sempre coloque uma nova camisinha e limpe os brinquedos ao usá-los de uma pessoa para outra, ou ao passar do uso anal para o vaginal.

ISTs que se podem pegar pelo sexo vulva-vula (tribadismo; sexo lésbico)

  • HPV

  • HSV-1

  • HSV-2

  • Sífilis

  • Cancro mole

  • Clamídia

  • Gonorreia

  • Verrugas genitais

  • HIV

Muitas lésbicas e pessoas com vulva que transam entre si não se protegem como deviam e/ou não fazem exames de rotina com frequência por causa da crença de que não há muito risco. Leia aqui, em maiores detalhes, tudo sobre o sexo lésbico mais seguro.

Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

Baixe o Clue agora e registre seu apetite sexual, entre outros sintomas e emoções

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

2M+ avaliações

Apesar das ISTs serem extremamente comum, há muitas medidas preventivas que você pode tomar para evitá-las.

Mas lembre-se que ter uma IST não é motivo algum de vergonha; discuti-las abertamente com amigos, pessoas de confiança e parceiros(as) é importante tanto para sua saúde como para lutar contra estigmas da sociedade e tabus culturais.

An illustration of a hand pressing a button

Let's support one another.

and champion menstrual health together. Make an impact today in one click.

An illustration of a hand pressing a button

Artigos mais populares