X icon button to close sales banner

Red Friday deals are about to flow…

Download the app and create a free account to save on your Clue Plus subscription.

Download on iOS App StoreDownload on Google Play
Um preservativo feminino desempacotado, mostrado ao lado de uma laranja para uma perspectiva do tamanho.

Foto: Clár McWeeney

Tempo de leitura: 7 min

Preservativos internos (femininos) versus camisinhas masculinas (externas)

by Clár McWeeney, e Nicole Telfer Revisado clinicamente por Eve Lepage, MSN, RN
  • Compartilhar este artigo no Twitter
  • Compartilhar este artigo no Facebook
  • Compartilhar este artigo pelo WhatsApp

*Tradução: Mariana Rezende

Principais coisas que você deve saber sobre camisinhas femininas:

  • Os preservativos internos (também conhecidos como preservativos femininos) são um tipo de contraceptivo de barreira inserido na vagina antes do sexo

  • Os preservativos internos protegem contra gravidez indesejada e infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

  • As pessoas podem aproveitar mais o sexo com um preservativo interno porque se sentem seguras, sabendo que estão no controle de sua saúde sexual e reprodutiva.

  • É preciso prática para inserir os preservativos internos corretamente.

Para muitas pessoas, a palavra "preservativo" geralmente evoca o método de barreira masculino/externo. Mas há outro tipo de preservativo, a camisinha interna. Camisinhas internas, a camisinhas femininas, pode ser usadas por qualquer pessoa. Elas são inseridas tanto na vagina para proteção contra a gravidez e ISTs ou no ânus para proteção contra ISTs (1).

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

Você registra sua atividade sexual no Clue?

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store
default image

O que são as camisinhas internas (femininas)?

Um preservativo interno é um método de barreira contraceptivo. Essas camisinhas internas são geralmente feitas de nitrilo com um anel de poliuretano, sendo seguras para o uso por pessoas alérgicas a látex. Elas ajudam a prevenir a gravidez e infecções sexualmente transmissíveis (2), podendo ser inseridas horas antes do início do sexo. As camisinhas femininas podem ser utilizadas com todos os tipos de lubrifricantes (3,4,5),.

 Para você urinar com a camisinha feminina inserida, apenas mova o anel para o lado.

A maioria dos modelos disponíveis comercialmente tem um anel flexível em ambas as extremidades – um anel interno para segurar o preservativo dentro da vagina e um anel externo para impedir que o preservativo seja empurrado para dentro da vagina (6). O anel externo também cobre parte da vulva (3, 7).

Onde posso comprar camisinhas internas (femininas)?

Os preservativos femininos podem geralmente ser comprados em farmácias, clínicas e lojas online. Em muitas regiões, clínicas de conscientização sobre ISTs muitas vezes oferecem preservativos internos de graça.

Por que usar um preservativo interno/feminino?

O preservativo interno é único porque é controlado pela mulher ou pessoa com vagina, o que difere da camisinha masculina mais conhecida, colocada diretamente no pênis.

O preservativo interno não requer uma ereção para uso, ao contrário do preservativo masculino, que requer uma ereção antes de ser colocado.

Depois do sexo, o preservativo feminino não precisa ser removido imediatamente, mas se a outra pessoa tiver ejaculado, coisas podem escorrer quando você ficar em pé (2, 3). É melhor remover o preservativo na posição deitada. Segure o anel externo do preservativo e torça-o algumas vezes para vedar qualquer fluido de ejaculação para um processo de limpeza rápido e fácil (2, 3).

Usar a camisinha feminina reduz (mas não elimina) seu risco de contrair infecções sexuais durante o sexo vaginal ou anal (3, 9). Seguir sempre as instruções de uso da embalagem assegura sua eficácia. Outras coisas que podem ajudar:

  • Garanta que o anel do preservativo cubra a vulva ou a pele externa. Se o anel do preservativo acabar sendo empurrado para dentro da vagina ou do ânus, puxe de volta para fora.

  • Observa também se o anel da camisinha não é empurrado para o lado durante a penetração. Se acontecer, remova o pênis ou brinquedo erótico e recomece.

  • Use apenas um preservativo por vez e use uma nova camisinha a cada interação sexual diferente.

  • Use lubrificação extra, principalmente durante o sexo anal.

Como usar um preservativo interno/feminino

1. Veja na embalagem se há rasgos, furos ou defeitos visíveis, além da data de vencimento. Tenha as mãos limpas ao manuseá-la. Remova cuidadosamente a camisinha da embalagem ao abri-la na parte indicada. Não utilize tesouras ou nada pontiagudo para abrir a embalagem pois isso pode danificar o preservativo (cuidado também com suas unhas). Desenrole o preservativo.

Aperte o anel interno e feche-o para ele ficar estreito. Remover o anel interno pode facilitar sua inserção; no entanto, pode aumentar as chances da camisinha romper devido à manipulação adicional do produto.

2. Busque uma posição relaxada, que pode ser de pé, de cócoras ou deitada. Insira o anel o mais alto possível no canal vaginal. É como inserir um copinho menstrual ou um absorvente interno. Use o dedo para garantir que o preservativo esteja dentro da vagina.

3. Retire o seu dedo. O anel que é a borda na abertura da camisinha deve ficar para fora das aberturas vaginais ou anais.

4. Assegure-se de que o pênis ou brinquedo erótico adentre o preservativo e não escorregue para o lado. Se o anel da camisinha entrar na vagina ou ânus, puxe de volta para fora.

5. Para remover a camisinha, torça e gentilmente puxe para fora da vagina ou ânus. Se houver sêmen, tome cuidado para não derramá-lo para fora do preservativo. Jogue fora no lixo. Camisinhas femininas são de uso único, nunca as reutilize (10).

As camisinhas internas afetam o prazer sexual?

Existem algumas outras vantagens em usar um preservativo interno, incluindo o potencial de aumento do prazer sexual.

Os preservativos internos dão às mulheres e às pessoas com vaginas o controle total da proteção usada durante o sexo. Os participantes de um grupo focal acharam o sexo mais prazeroso com os preservativos ditos femininos, precisamente porque controlavam sua proteção contra as ISTs e a gravidez. Essas pessoas relataram que nem sempre podiam confiar plenamente em outras pessoas para usar um preservativo masculino, o que fez com que elas se preocupassem com as consequências do sexo desprotegido, em vez de aproveitarem plenamente sua experiência sexual (12).

Alguns participantes do grupo focal comentaram que o sexo era mais divertido fisicamente com um preservativo interno – os pesquisadores acham que o motivo disso pode ser o lubrificante do preservativo (12). Os anéis de preservativos internos também podem proporcionar prazer extra. O anel externo do preservativo feminino pode fornecer estímulo adicional ao clitóris para algumas pessoas e algumas pessoas podem sentir estímulo adicional do anel interno durante a penetração profunda (3,4,11,12).

Como o pênis não é limitado por um preservativo masculino apertado, as pessoas podem achar que as sensações também são mais intensas (3). Mas nem todo mundo acha o preservativo interno prazeroso: algumas pessoas relatam que cobrir a vulva reduz a sensação sexual (12).

Uma grande desvantagem dos preservativos internos é que eles não são tão amplamente disponíveis quanto os preservativos masculinos (externos). Eles também exigem prática para serem colocados corretamente, mas isso fica mais fácil com o uso frequente (3). Tente inserir o preservativo interno algumas vezes antes de usá-lo durante o sexo (5).

O requisito de que o preservativo interno seja inserido antes de iniciar qualquer contato sexual ou excitação pode ser visto como uma vantagem e uma desvantagem. Por um lado, você não precisa interromper o calor do momento, mas, por outro, significa que você precisa antecipar quando fará sexo. Colocar a camisinha antes de qualquer preliminar é mais fácil do que durante as preliminares, já que a vagina e a pélvis estão relaxadas (8).

O barulho pode ser outro problema. Esses preservativos podem, por vezes, fazer sons inesperados durante o sexo mas há que também goste disso (4). Tente adicionar mais lubrificante e certifique-se de inserir o preservativo algum tempo antes de iniciar a relação pode ajudar.

Quão eficazes são os preservativos internos (femininos)?

Os preservativos internos/femininos são eficazes na prevenção de uma gravidez indesejada. Quando usado corretamente, 5 em cada 100 mulheres que usam preservativos internos engravidam em um ano (3). Quando usado incorretamente, 21 em cada 100 mulheres que usam o preservativo interno/feminino engravidam em um ano (3).

As camisinhas masculinas são mais eficazes em prevenir uma gravidez: esse preservativo tem uma taxa de proteção de cerca de 2 gestações por 100 mulheres durante o período de um ano, quando usado corretamente (3). As camisinhas femininas podem ainda ser a melhor opção para algumas pessoas. Elas reduzem o risco de infecções, incluindo o HIV, quando usadas corretamente em todo ato sexual (3).

Podem ser necessárias algumas tentativas para que você se acostume com os preservativos femininos, mas a prática leva à perfeição. Esse é um dos principais fatores em sua eficácia. Os preservativos femininos não devem ser usados em conjunto com preservativos masculinos, isso pode aumentar as chances de um deles rasgar ou escorregar (3).

O que você acha do preservativo interno? Conte para a gente no Twitter ou Instagram.

ilustração da flor do Clue app
ilustração da flor do Clue app

Viva em sintonia com seu ciclo, baixe o Clue hoje.

Esse artigo foi útil?

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares

ilustração da flor do Clue app
ilustração da flor do Clue app

Viva em sintonia com seu ciclo, baixe o Clue hoje.