X icon button to close sales banner

Red Friday deals are about to flow…

Download the app and create a free account to save on your Clue Plus subscription.

Download on iOS App StoreDownload on Google Play

Foto: Franz Grünewald; Direcção de arte: Marta Pucci

Reading time:8min

Monitorar o ciclo menstrual te dá mais autonomia

A Diretora Médica do Clue, Dra. Lynae Brayboy, compartilha 6 maneiras pelas quais o monitoramento com o Clue pode realmente ajudar.

Na medicina existem princípios éticos que orientam as interações dos médicos com as pessoas sob seus cuidados. Respeitar a autonomia de uma pessoa é um desses princípios fundamentais. Você pode ter ouvido o termo autonomia corporal, que é a capacidade de ter autogoverno e controle sobre a saúde e os cuidados de saúde.

A autonomia reprodutiva, ou a capacidade de fazer escolhas sobre seus cuidados reprodutivos, só pode ser verdadeiramente alcançada com acesso à educação em saúde. Quando as pessoas entendem como seus corpos e ciclos menstruais funcionam, juntamente com a anatomia básica do sistema reprodutivo, isso é chamado de alfabetização em saúde. A alfabetização em saúde e o acesso a informações sobre os padrões únicos do seu corpo podem ajudar você a fazer escolhas pessoais e informadas que melhor se adequam aos seus objetivos de vida reprodutiva.

Como o monitoramento menstrual ajuda minha saúde?

Pesquisadores mostraram que o monitoramento menstrual ajuda pessoas com ciclos a entender seus corpos, se preparar para eventos como a chegada da menstruação e uma gravidez (1). É importante ressaltar que essas informações são uma ferramenta que pode ser compartilhada com os profissionais de saúde para ajudá-los a fornecer atendimento personalizado e aconselhá-lo sobre padrões e alterações que você possa notar. O Clue fornece essa educação em saúde e informações personalizadas para nossa comunidade. Vamos dar uma olhada em como o monitoramento do seu ciclo com o Clue pode ajudar você.

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

Baixe o Clue e monitore sua menstruação e seus ciclos.

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store
Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

1. Conheça seus parâmetros e observe as alterações

Os profissionais de saúde consideram o seu ciclo menstrual um indicador das funções do seu corpo porque, para menstruar, muitos elementos, incluindo o cérebro (especificamente uma região chamada hipotálamo), a glândula pituitária (uma glândula na base do cérebro que controla o sistema endócrino sistema), os ovários e o útero precisam trabalhar juntos.

O ciclo menstrual pode variar de acordo com o que uma pessoa come, bebe e faz, bem como seu estado geral de saúde, mas quando o ciclo de uma pessoa muda abruptamente e continua assim, significa que algo está diferente. Uma menstruação pode estar atrasada porque você engravidou ou por causa de outras alterações graves no seu corpo que devem ser avaliadas por um profissional de saúde.

Quaisquer que sejam as mudanças, entender os parâmetros do seu ciclo ou o que é típico para você pode ajudar a perceber quando algo está errado. Em seguida, você pode falar com um profissional de saúde sobre os próximos passos. Normalmente, eles farão perguntas sobre sua saúde, examinarão seu corpo, farão exames de sangue e, às vezes, ultrassons ou outras imagens.

2. Prepare-se para sua menstruação e as experiências que vêm com ela

A preparação para a menstruação não é apenas garantir que você tenha absorventes externos ou internos, ou seu coletor menstrual à mão. Para 75% das pessoas, o ciclo menstrual pode significar ter que lidar com outras experiências que causam desconforto e dor (2).

Asma, artrite reumatóide, epilepsia, síndrome do intestino irritável, depressão e enxaqueca (3) são apenas algumas das condições que foram estudadas em relação ao ciclo menstrual. Algumas condições como essas são sensíveis a mudanças nos hormônios produzidos pelos ovários. Alterações nos níveis dos hormônios estradiol (uma forma de estrogênio) e progesterona podem afetar as funções do sistema nervoso e do sistema imunológico. Saber o momento certo do seu ciclo ou quando sua menstruação vai descer pode ajudar você a se preparar melhor e se sentir mais confortável.

Vejamos o caso da enxaqueca, que é 2 a 3 vezes mais comum em mulheres. Isso significa que cerca de 28 milhões de mulheres estadunidenses (4) vivem com enxaqueca, uma condição neurológica que causa dores de cabeça debilitantes e afeta outras partes do corpo. Metade das mulheres que experimentam episódios de enxaqueca relatam que eles estão ligados ao ciclo menstrual. A enxaqueca pode impedir que as pessoas funcionem como gostariam, afetando seu trabalho e relacionamentos. Tomar medicação durante os episódios ou para preveni-los pode aliviar a dor (5) e melhorar a vida cotidiana de uma pessoa. Ter uma ideia de quando a menstruação vai chegar permite que você tenha os medicamentos que precisa para continuar com sua rotina normalmente.

3. Planeje uma gravidez

Como especialista em fertilidade, muitas das pessoas que atendi não eram realmente "inférteis". Elas simplesmente não sabiam como programar o melhor momento para fazer sexo ou inseminações caseiras para engravidar. Infelizmente, muitas vezes não existe educação em saúde sexual desde o ensino médio (6), faculdade (7) e até a faculdade de medicina (8) em muitos países. Mesmo como médica, eu não entendia completamente como funcionava o ciclo menstrual até me especializar em endocrinologia reprodutiva (que se relaciona com a função hormonal reprodutiva e a fertilidade).

Os artigos científicos em helloclue.com/pt foram criados para reduzir esta lacuna sobre educação sexual.

A maravilha de monitorar seus ciclos quando está tentando engravidar é que você saberá exatamente o primeiro dia da sua última menstruação. Isso torna a datação da gravidez (a data prevista para o parto) mais precisa, permitindo que seu médico cronometre seus cuidados com a gravidez, interprete testes pré-natais essenciais e planeje seu parto (9). Caso não engravide, você saberá exatamente há quantos ciclos está tentando. Essas informações são importantes porque você precisará delas para ter um diagnóstico e se qualificar para a cobertura do plano de saúde (que varia de acordo com o estado e o país) para avaliação pelo seu médico e encaminhamento para um especialista em fertilidade.

4. Conheça suas opções em caso de gravidez indesejada

O aborto agora é criminalizado em alguns estados dos EUA. Devido à ameaça de sanção penal por fazer um aborto, o monitoramento do ciclo pode ser uma ferramenta crítica para reconhecer menstruações atrasadas. O monitoramento do ciclo menstrual ajuda você a reconhecer menstruações atrasadas e tomar decisões na hora certa, como fazer um aborto medicamentoso. Caso contrário, pode ser difícil lembrar o primeiro dia da sua última menstruação e o aborto medicamentoso é limitado a 70 dias ou 10 semanas de idade gestacional (10).

Isso é importante porque quando ou se você pode ter acesso ao aborto agora é determinado pelo estado em que você mora e o procedimento pode ser restrito a até 6 semanas de gravidez.

5. Aja em defesa própria com seu provedor de saúde

Talvez o aspecto mais importante para entender o padrão do seu ciclo menstrual típico é estar ciente das mudanças que são únicas para você. Isso também vale para monitorar sua gravidez usando o recurso Clue Gravidez.

Se algo estiver diferente, você terá mais recursos para conversar com seu médico sobre as alterações e mostrar seus dados, se desejar. Infelizmente, o gaslighting médico — quando uma pessoa não é ouvida ou é desacreditada — acontece às vezes (11). Se você sente que não estão te levando a sério, ter acesso aos seus próprios dados coloca você no controle. Você pode usar seus dados para obter uma segunda opinião.

A outra grande vantagem do monitoramento é que você e seu médico podem determinar se seus planos de tratamento estão funcionando ao monitorar melhoras ou pioras nos sintomas, ou outras mudanças nas suas experiências. Isso é especialmente útil para pequenas alterações que acontecem durante um longo período de tempo, como redução da acne, alterações no interesse pelo sexo após o tratamento para melhorar o desejo sexual ou alterações nos padrões de sangramento após a inserção de um DIU.

6. Mudar o futuro das pesquisas em saúde menstrual e reprodutiva

Por fim, criar uma conta no Clue e monitorar seu ciclo contribui para um conjunto de dados sem precedentes que está trazendo avanços para as pesquisas em uma área que afeta você diretamente. A saúde das mulheres e a saúde de todas as pessoas com ciclos tem sido notoriamente subfinanciada e pouco pesquisada, limitando nossa compreensão da saúde menstrual e reprodutiva e, portanto, da qualidade dos cuidados de saúde.

Dois exemplos contam a história da necessidade de mais financiamento para essa área de pesquisa em saúde: o desenvolvimento da pílula anticoncepcional (12) e da fertilização in vitro (FIV) (13), não foram financiados com dinheiro de impostos, mas sim apoio privado. Infelizmente, o financiamento público ou o dinheiro dos impostos dedicados às pesquisas em saúde da mulher ainda é muito baixo em comparação com genética, envelhecimento, pediatria e até doenças raras (14).

Uma quantia menor de dinheiro significa que menos pesquisadores terão subsídios para realizar pesquisas focadas na saúde da mulher. Menos financiamento significa menos artigos publicados, o que equivale a menos conhecimento e informação e menos avanços na área da saúde para as mulheres. As questões de saúde da mulher são questões de saúde pública que afetam não apenas as mulheres, mas as gerações futuras.

O Clue contribui ativamente para mudar esse cenário, ajudando pesquisadores acadêmicos a recrutar participantes de estudos e colaborando com cientistas supervisionados por instituições de excelência. Esses pesquisadores e cientistas podem usar dados não identificados de monitoramento do Clue para responder a perguntas importantes sobre saúde reprodutiva e ciclo menstrual. Ainda temos muito aprendizado pela frente que poderia melhorar a vida de mulheres e pessoas com ciclos.

Conclusão

Monitorar o ciclo capacita você para se tornar ciente dos seus padrões únicos e agir conforme seus dados pessoais. Nosso objetivo no Clue é deixar você no controle e ajudar a otimizar seus conhecimentos e saúde reprodutiva.

Tudo em nosso aplicativo é escrito, verificado e revisado por especialistas em saúde da mulher, incluindo enfermeiras de fertilização in vitro, enfermeiras obstétricas certificadas, enfermeiras de saúde da mulher, médicos de prática de enfermagem, obstetras/ginecologistas e endocrinologistas, todos com a sua saúde reprodutiva em mente.

ilustração da flor do Clue app
ilustração da flor do Clue app

Viva em sintonia com seu ciclo, baixe o Clue hoje.

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares

ilustração da flor do Clue app
ilustração da flor do Clue app

Viva em sintonia com seu ciclo, baixe o Clue hoje.