Ilustração: Marta Pucci

LGBTQIA+

O que esperar de uma consulta ginecológica se você é trans

*Tradução: Mariana Rezende

No Clue sempre recebemos pedidos de ajuda quando as pessoas estão nervosas com uma consulta de ginecologia ou obstetrícia porque são transgênero, não-bináries e não-conformes. Em outro artigo, demos uma visão geral do que acontece em um exame ginecológico. Agora queremos oferecer alguns conselhos para que a consulta seja o menos estressante possível.

Você sente ansiedade com a perspectiva de ter que ir ao ginecologista? Consultas médicas podem trazer sentimentos de disforia de gênero. Primeiro tire um momento para pensar sobre o que pode ajudar você a relaxar. Isso pode incluir exercícios respiratórios, fazer uma refeição leve, ouvir música ou outras atividades que já ajudaram você em outras circunstâncias.

Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

O Clue usa linguagem neutra de gênero para ajudar você a monitorar sua saúde menstrual

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

2M+ avaliações

Peça ajuda a pessoas de confiança

Talvez seja bom levar um amigo ou familiar de confiança para te dar suporte. Eles podem ir com você até a consulta, fazer companhia na sala de espera e quando você falar com a equipe da recepção, observar o comportamento do pessoal médico e ajudar a defender você, se for preciso. Caso queira, você pode pedir para que anotem qualquer informação, medicação ou exames recomendados na consulta. As necessidades das pessoas são diferentes, portanto converse sobre o tipo de suporte que você precisa antes, durante ou depois da consulta.

A linguagem é importante

Comunique quais são seus pronomes e os nomes que você prefere que sejam usados para suas partes do corpo durante a consulta. Isso deve ser respeitado e, caso não seja, você pode procurar outra pessoa para cuidar da sua saúde ginecológica. Sua saúde é importante e você merece respeito e dignidade.

Tenha noção dos exames necessários

Se você tem um útero e ovários, talvez precise fazer um exame pélvico. Se esse exame te dá ansiedade, pode pedir para que expliquem o procedimento antes de você precisar se despir. Explique o que podem fazer para que você se sinta confortável.

É importante que, numa consulta ginecológica, sejam observadas irregularidades no colo do útero, no útero e nos ovários ,se você tiver essas partes.

Caso tenha um colo do útero, talvez também seja necessário fazer um papanicolau. O exame de papanicolau analisa as células do colo do útero para detectar sinais de câncer. Não deixe de perguntar na consulta se você precisa do teste. Se tiver uma vagina, você deve fazer exames para infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) ou infecções vaginais.

Se tiver seios, é importante que eles sejam examinados. O câncer de mama pode afetar pessoas de qualquer gênero. Não deixe de avisar sobre um possível histórico familiar de câncer de mama, dores ou caroços nos seios, ou quaisquer mudanças que você tenha notado.

Se você menstrua, o Clue app te ajuda na consulta

Se você menstrua, fale qual foi a data da sua última menstruação. Caso use o Clue, você terá um registro útil dessa data, além de informações sobre a duração do seu ciclo e da sua menstruação. Fale também sobre possíveis cólicas, regularidade, fluxo e quaisquer outras questões que possa ter.

Pode ser esquisito, mas existem muitos benefícios em conversar sobre suas funções e comportamentos sexuais em uma consulta de ginecologia.

Todo mundo é diferente, mas alguns tópicos que você pode querer discutir incluem: exames para ISTs e vírus da imunodeficiência humana (HIV), vacinação contra papilomavírus humano (HPV) e hepatite A e B, contracepção e sexo seguro, problemas com a função/satisfação sexual e planos para adotar ou conceber crianças.

Se precisar de mais exames, você pode pedir a recomendação de uma pessoa, clínica ou laboratório especializados em saúde LGBTQIA+. Não vá embora sem saber quando deverá ser sua próxima consulta de rotina.

Depois da consulta...

Você pode querer se desestressar conversando com alguma pessoa próxima, fazendo exercícios físicos ou se expressando artisticamente. Faça o que funcione melhor para você. Celebre o fato de ter dado um passo importante para cuidar de você e da sua saúde.

Mas não pare por aí. Eduque-se sobre a saúde ginecológica para que você possa agir em defesa própria e de outras pessoas. O livro Trans Bodies, Trans Selves (em tradução livre: Corpos Trans, Identidades Trans) é um guia abrangente que aborda saúde, histórico jurídico, teoria e tudo mais sobre o tema. A página Homens Trans do Facebook tem muitas informações úteis. E consulte também a cartilha Cuidar Bem da Saúde de Cada Um - Atenção Integral à Saúde da População Trans (Ministério da Saúde do Brasil - 2011) para encontrar recomendações gerais sobre saúde trans e unidades do SUS pelo Brasil com atenção especializada.

Isso foi útil? Tem sugestões sobre saúde LGBTQIA+? Escreva para a gente no Twitter ou Instagram.

Monitorar seu ciclo com o Clue pode ajudar você a se preparar melhor para consultas de ginecologia e obstetrícia e sentir uma conexão maior com seu próprio corpo. Baixe o Clue aqui.

An illustration of a hand pressing a button

Let's support one another.

and champion menstrual health together. Make an impact today in one click.

An illustration of a hand pressing a button

o símbolo transgênero em azul com uma gota de sangue vermelha no meio do círculo

LGBTQIA+

Como é menstruar quando se é uma pessoa trans

Perguntamos a homens trans e pessoas não-binárias e queer sobre seus sentimentos em relação à menstruação

Artigos mais populares