Ilustração: Marta Pucci

Contraceptivos

Mitos e equívocos sobre o DIU

A inserção do DIU é dolorosa? O DIU pode ficar perdido dentro de mim?

*Tradução: Mariana Rezende

Coisas importantes a saber:

  • As dúvidas sobre o DIU costumam acontecer por causa da uma versão do DIU usada na década de 1970, associada a doença inflamatória pélvica. Essa versão foi descontinuada

  • Os DIUs modernos não afetam a fertilidade futura

  • O risco de infecções associadas ao uso do DIU é muito baixo

O que é o DIU?

O dispositivo intrauterino (DIU) é um tipo de contracepção reversível de ação prolongada que é colocado dentro do útero. Ele também pode ser chamado de sistema intrauterino (IUS) ou contraceptivos intrauterinos (IUC) (1). Os DIUs são dispositivos pequenos, tipicamente tem a forma de um T e são colocados no útero (1). Alguns DIUs são não hormonais, normalmente são de cobre, e alguns DIUs são hormonais e contêm o progestagênio levonorgestrel (1, 2).

A porcentagem de pessoas que usam o DIU como método anticoncepcional, assim como os tipos de DIUs disponíveis, varia amplamente conforme a região geográfica (2).

Taxas de uso do DIU são mais altas na Ásia, seguidas da Europa, África, América Latina e Caribe, América do Norte e Oceania (2).

As taxas altas de uso de DIU na Ásia podem se dever em parte à política da China de exigir que praticamente todas as pessoas colocassem um DIU depois de terem uma criança. A maioria dos países tem pelo menos um tipo de DIU de cobre e alguns países têm diversos tipos (2). DIUs hormonais também são amplamente usados no mundo todo (2). Nos EUA existe um DIU não hormonal de cobre e vários DIU hormonais que contêm diferentes dosagens de levonorgestrel (1, 3-7).

Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

Use o Clue app para monitorar e acompanhar seus métodos contraceptivos

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

2M+ avaliações

Os DIUs são uma forma de contracepção altamente eficaz. Das 100 pessoas que usam o DIU como contraceptivo, menos de uma engravidará no primeiro ano (1). Compare isso com o uso típico da pílula anticoncepcional (ou seja, não tomá-las perfeitamente), onde sete gestações ocorreriam em um ano entre 100 pessoas que usam o método (1). Depois de inserido, o DIU pode ser usado por três a dez anos, dependendo do tipo (3-7).

Embora seja altamente eficaz e fácil de usar, é comum ter dúvidas sobre um método contraceptivo que é inserido em seu corpo. A história dos DIUs também torna as pessoas compreensivelmente céticas. Uma versão mais antiga do DIU, sobretudo a usada na década de 1970, aumentou o risco de doença inflamatória pélvica (DIP) e foi descontinuada (1,8). Embora os DIUs disponíveis atualmente tenham um formato diferente (1), essas dúvidas ainda existem.

Leia abaixo para saber mais sobre o que esperar quando você usa um DIU.

A inserção do DIU é dolorosa?

É comum sentir desconforto na inserção do DIU (1). O medicamento naproxeno pode ajudar a tornar a inserção do DIU menos dolorosa e melhorar as cólicas nas horas seguintes à inserção (9). Seu(ua) médico(a) pode sugerir outros medicamentos para ajudar a diminuir o desconforto com a inserção do DIU (1,9). Você pode sentir cólicas por uns dias depois que o DIU for inserido (1).

Depois dos primeiros dias, talvez você não sinta dor com o DIU, embora para algumas pessoas as cólicas tenham aumentado durante o período menstrual com o uso do DIU de cobre (1). Se você tiver dores ou cólicas que não estão associadas à sua menstruação, consulte seu(ua) médico(a) para verificar a inserção e garantir que não seja uma gravidez e que você não tenha uma infecção (1).

O DIU causa infecções ou afeta a fertilidade a longo prazo?

O risco de infecções pélvicas associadas ao uso do DIU é muito baixo (1). Esse risco pode ser maior nas três primeiras semanas após a inserção, mas mesmo durante esse período é menor que 1 infecção por 100 inserções (10). Depois disso, o DIU hormonal pode realmente diminuir o risco de infecção pélvica, pois torna o muco cervical mais espesso, criando uma barreira protetora que impede que as bactérias se movam para o útero (1,11).

Os DIUs modernos não afetam a fertilidade futura (1). Dados de vários estudos mostram que, das pessoas que removeram o DIU com média de idade entre 25 e 31 anos para poder engravidar, 71-91% das que usam o DIU de cobre e 71-96% das que usam o DIU hormonal engravidaram no primeiro ano ( 12-14). Essas taxas de gravidez são semelhantes para as pessoas que não usam nenhum método ou deixaram de usar métodos de barreira, como preservativos (85-94%) (12). O período típico para a concepção foi de quatro meses ou menos para os dois tipos de DIU, comparado a dois meses ou menos para pessoas que não usavam um método contraceptivo (12).

O DIU pode ficar perdido dentro de mim?

Durante a inserção do DIU há cerca de 1 chance em 1000 de perfuração (situação em que o DIU atravessa o revestimento uterino e parte ou todo o DIU fica fora da cavidade uterina) (15).

A amamentação pode aumentar o risco de perfuração (15); portanto, informe seu(ua) médico(a) se você está amamentando e deseja colocar um DIU.

Não há evidências de que um DIU inserido corretamente saia do útero por conta própria (1). Uma perfuração pode ser aparente para a pessoa que usa o DIU por causa da dor, mas às vezes pode passar despercebida. Se os fios não puderem ser sentidos ou vistos durante um exame e um ultrassom não mostrar o DIU no útero, um raio-x do abdômen poderá mostrar a posição do DIU (1).

É possível que um DIU seja expulso (quando o útero empurra o DIU para o colo do útero ou para fora do corpo). Isso é mais comum no primeiro ano de uso e ocorre com 10% ou menos das pessoas que usam o DIU (1). Você pode não ter nenhum sintoma quando ocorre uma expulsão ou pode ter cólicas anormais, sangramento, dor durante relações sexuais ou alteração perceptível no comprimento dos fios do DIU (1).

Existe um risco maior de expulsão para pessoas de menos de 25 anos que usam o DIU de cobre (16). Pode haver um aumento do risco de expulsão para pessoas com menos de 25 anos que usam o DIU hormonal, mas são necessárias mais pesquisas (16). Além da idade, há um aumento do risco de expulsão do DIU em pessoas que:

  • têm menstruação com muito fluxo e dores

  • nunca deram à luz

  • tiveram uma expulsão prévia do DIU

  • inseriram o DIU imediatamente após darem à luz

  • inseriram o DIU imediatamente após um aborto no segundo trimestre (1).

O DIU me causará depressão ou afetará meu humor?

Mudanças de humor foram relatadas como motivo para a remoção do DIU hormonal (1).

Em um estudo finlandês, as pessoas que usam o DIU hormonal não apresentaram maior probabilidade de relatar sintomas de depressão ou ansiedade do que as pessoas que não usam esse método (17).

No entanto, um abrangente estudo dinamarquês mostrou que as pessoas que usavam o DIU hormonal eram mais propensas a serem diagnosticados com depressão (18).

São necessárias mais pesquisas para entender completamente o impacto que o DIU hormonal pode ter no humor e na saúde mental, e se as diferenças pré-existentes entre as pessoas que escolhem DIU e as que não o fazem podem desempenhar um papel.

O DIU tornará minha menstruação muito irregular ou muito intensa?

Alterações no fluxo são comuns com qualquer um dos tipos de DIU. Sangramento irregular e escape (manchas) são mais comuns nos primeiros meses de uso do DIU esse é considerado o motivo mais comum para as pessoas quererem removê-lo (1). As pessoas que usam o DIU de cobre podem ter menstruações mais longas e/ou intensas (sobretudo nos primeiros ciclos) (1). As pessoas que usam o DIU hormonal podem apresentar menstruações irregulares e leves nos primeiros meses de uso (1). Os DIUs hormonais causam uma redução no sangramento, particularmente os que contêm doses mais altas (1,19). Quanto mais tempo você tiver o DIU hormonal, menor será o fluxo menstrual (1,19).

Sua menstruação pode parar completamente com o uso do DIU hormonal (1), mas retornará quando você o remover. Um estudo constatou que metade das pessoas que usam a dose mais alta de DIU hormonal não terá sangramento após um ano (20). Pessoas com menstruações mais leves antes do uso do DIU hormonal têm maior probabilidade de não sangrar após um ano em comparação com as pessoas que tiveram menstruações mais pesadas antes do uso do DIU (21). Se seu padrão de sangramento no DIU o estiver incomodando, converse com seu(ua) médico(a) sobre maneiras de lidar com isso. Você pode decidir mudar seu método contraceptivo (22).

O DIU pode ser sentido durante uma relação sexual?

É possível sentir os fios do DIU durante uma relação sexual. Se os fios estiverem incomodando durante o sexo, eles podem ser aparados para não se estenderem além do colo do útero (1).

Por outro lado, deixar os fios do DIU longos o bastante para que eles se dobrem ao redor do colo do útero pode impedi-los de "cutucar" a outra pessoa e criar desconforto (1).

No caso do DIU de cobre, o fio pode ser removido completamente para evitar ser sentido por outra pessoa (1), embora isso possa tornar a remoção mais complicada.

Posso colocar um DIU se nunca tiver engravidado?

Com certeza. O DIU pode ser usado com segurança por pessoas que nunca engravidaram (1). O Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG) recomenda o DIU como uma opção de contracepção para adolescentes e pessoas que nunca deram à luz (23).

Considerações finais

O DIU é uma boa opção de contracepção para muitas pessoas. A maioria das pessoas pode usá-lo com segurança, pois ele é eficaz e conveniente (1).

Antes de colocar um DIU, é importante entender os potenciais efeitos colaterais. Embora falemos frequentemente de médias, nem todas as pessoas são iguais e sua experiência pode ser diferente de outras pessoas com o mesmo DIU.

Monitorar seus sintomas no Clue pode ajudar a determinar se você está tendo efeitos colaterais de um novo contraceptivo e fornecer mais informações para mostrar a(à) seu(ua) médico(a) se você está tendo algum problema.

An illustration of a hand pressing a button

Let's support one another.

and champion menstrual health together. Make an impact today in one click.

An illustration of a hand pressing a button

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares