X icon button to close sales banner

Red Friday🩸🩸🩸 50% off Clue Plus

Period planning, sex advice, and insights, oh my! Get it all for 50% off now.

Download on iOS App StoreDownload on Google Play
Ilustração de um coração em tons laranja

Ilustração: Marta Pucci

Reading time:8min

O que esperar após um aborto espontâneo

Suas opções durante e após um aborto espontâneo

*Tradução: Juliana Secchi

O aborto espontâneo é um resultado comum da gravidez, mas isso não torna a experiência mais fácil. Este artigo ajudará você a entender o que esperar após um aborto espontâneo, suas opções médicas e algumas dicas para recuperação.

Sangramento no início da gravidez nem sempre é indicativo de aborto espontâneo (2). Não tem certeza se você teve ou está tendo um aborto espontâneo? Leia o artigo "Estou tendo um aborto espontâneo?" e entre em contato com seu profissional de saúde.

É um engano comum pensar que, se você tiver um aborto espontâneo, precisará de tratamento médico para remover o tecido da gravidez de seu útero. Tradicionalmente, o aborto espontâneo era tratado por um procedimento médico chamado evacuação cirúrgica (1). Esse é um termo que soa assustador, mas trata-se de uma cirurgia simples que remove qualquer tecido de gravidez remanescente no útero para reduzir o risco de infecção e hemorragia (perda de sangue) (1). No entanto, esse procedimento nem sempre é necessário e existem alternativas eficazes que não requerem cirurgia (1). Atualmente existem algumas opções diferentes, e cabe a você e seu profissional de saúde escolherem qual é a certa para você (2).

Baixe o Clue e acesse o modo Gravidez via Clue Plus

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store
Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

O que fazer se você acha que teve um aborto espontâneo

Se você acha que teve ou está passando por um aborto espontâneo, é importante que um profissional de saúde te avalie imediatamente. Você pode precisar de um ultrassom e seu profissional de saúde pode tirar seu sangue para testar alguns hormônios da gravidez, como a gonadotrofina coriônica humana (hCG) e a progesterona (2). Certas circunstâncias, como a gravidez ectópica (gravidez fora do útero), a gravidez molar (uma condição rara em que a gravidez se desenvolve para um tumor não canceroso) ou uma infecção podem indicar que você precisa de cuidados cirúrgicos urgentes. Contudo, na maioria dos casos, sua preferência de tratamento deve ser uma parte importante da decisão de como lidar com a situação. O aborto espontâneo é diferente para cada pessoa e, para a maioria delas, é um momento desafiador (2). Trata-se de uma experiência com carga emocional para muitas pessoas, e procurar um profissional de saúde que tenha atenção e cuidado pode ajudar a diminuir o impacto traumático (2).

Se você tiver um tipo de sangue negativo, seu médico pode te aconselhar a tomar uma injeção chamada Rogan dentro de 72 horas após o aborto (3). Esta vacina protege você de uma proteína do sangue que pode estar presente no sangue do feto e misturar com seu sangue. Seu profissional de saúde pode dizer se você precisa ou não da injeção com base em suas diretrizes de prática específicas.

Se você teve um aborto espontâneo recentemente, nós sentimos muito. Sabemos que as emoções em relação ao aborto espontâneo são realmente complicadas e a experiência é intensa. Algumas pessoas dizem que têm vergonha de fazer perguntas ao seu profissional de saúde sobre o aborto espontâneo, ou vergonha de não saber o que está acontecendo em seu corpo.

A seguir, tudo o que você precisa saber sobre o que está acontecendo em seu corpo após um aborto espontâneo e suas opções para lidar com isso.

Quais são as opções para lidar com um aborto espontâneo?

Se você tiver um aborto espontâneo total, a gravidez para de se desenvolver ou crescer e a atividade cardíaca embrionária para. O tecido interno do útero e qualquer novo tecido que tenha crescido, incluindo o embrião, é eliminado pela vagina (1, 3). Isso pode se parecer com sangramento de menstruação normal ou pode parecer com manchas (sangramento de escape) (1, 3).

Às vezes, parte do tecido da gravidez permanece dentro do útero, ou a gravidez não é capaz de progredir para um nascimento vivo. Isso é chamado de aborto espontâneo incompleto ou gravidez inviável (2). Se você tiver um aborto espontâneo incompleto, precisará consultar seu profissional de saúde. Eles irão monitorar sua recuperação com um ultrassom e exames de sangue (2).

Opção 1: deixar o aborto espontâneo acontecer naturalmente

Deixar que seu corpo cuide do aborto espontâneo sozinho geralmente é uma opção (2). Os profissionais de saúde chamam isso de conduta expectante e 80% dos abortos espontâneos vão se resolver dessa forma (2). O mais importante a se considerar sobre a conduta expectante é a sua disponibilidade emocional para lidar com esse processo, que pode levar de seis a oito semanas. Você também precisa ter certeza de que não tem uma infecção existente ou uma gravidez ectópica (2). Seu profissional de saúde pode recomendar um ultrassom para verificar a espessura do seu endométrio (o revestimento do útero) e para ver se há um saco gestacional (a cavidade de fluido que envolve o embrião) dentro do seu útero (2). Pode ser necessário repetir esses testes nas próximas semanas (2).

Opção 2: Medicação para acelerar o aborto espontâneo

Se o tecido da gravidez remanescente não passar pela vagina durante a conduta expectante, isso pode causar uma infecção ou sangramento grave. Seu profissional de saúde provavelmente recomendará uma das poucas opções para removê-lo, incluindo medicação oral ou vaginal chamada misoprostol (2, 3). Tomar o medicamento de qualquer maneira é eficaz, mas tomá-lo por via vaginal pode reduzir o risco de diarreia, um efeito colateral bastante comum (2). As taxas de sucesso variam, mas geralmente chegam a 95% (2). A maioria das pessoas experimentará alguns efeitos colaterais, como tontura, dor de cabeça e desconforto estomacal (2). Como no caso da conduta expectante, você precisará retornar ao seu profissional de saúde para exames de acompanhamento e para certificar-se de que o medicamento está funcionando (2).

Opção 3: a cirurgia para aborto espontâneo é segura e eficaz

A cirurgia para retirada do tecido gestacional, denominada evacuação cirúrgica com curetagem ou sucção, é uma opção eficaz e segura (3). Durante esse procedimento, você provavelmente receberá sedação intravenosa (IV) para controlar sua dor (2). Você pode escolher essa opção se achar que é melhor para você pessoalmente; existem também outras razões médicas que podem torná-la a melhor opção. Seu profissional de saúde provavelmente recomendará cirurgia para aborto espontâneo se você estiver sangrando muito, tiver dor intensa ou tiver uma infecção (2). Você também pode escolher a cirurgia se quiser que o tecido seja testado geneticamente (2). A cirurgia é a opção final se a conduta expectante ou a medicação não funcionarem.

Um aborto espontâneo não é culpa sua

Às vezes as pessoas se culpam por um aborto espontâneo, mas isso nunca é culpa sua. A maioria dos abortos espontâneos acontece porque o embrião em desenvolvimento tinha uma anomalia cromossômica (3). Isso significa que algo inesperado nos genes do óvulo, do esperma, ou nos dois juntos, causou um desenvolvimento atípico. Essa variabilidade ocorre durante a divisão celular e não indica um problema com o DNA de nenhum dos pais (4). Cerca de 70% dos abortos espontâneos precoces são causados ​​por anomalias cromossômicas (5, 6).

Sua saúde mental após um aborto espontâneo é tão importante quanto sua saúde física

A dor que pode acompanhar um aborto espontâneo é real. Algumas pessoas dizem que esse luto é tão intenso quanto qualquer outro tipo de morte ou perda (2). Também está tudo bem se você não sentir tristeza; as emoções são complicadas e imprevisíveis. Estudos com pessoas que passaram por um aborto espontâneo sugerem que os sintomas depressivos após a experiência melhoram com o tempo, especialmente após a marca dos seis meses (7). No entanto, para pessoas que não têm filhos ou pessoas que sentem que não receberam cuidados de saúde de apoio, os sintomas depressivos podem não se resolverem com o tempo (7). Agendar uma consulta de acompanhamento com seu profissional de saúde para discutir a perda pode ajudar a processar alguns sentimentos (8, 9). O estresse está associado a uma piora na saúde mental após o aborto (10), portanto, reservar um tempo para reduzir o estresse em sua vida fazendo exercícios, meditando ou qualquer coisa que funcione para você pode ser útil.

A recuperação de um aborto espontâneo varia de pessoa para pessoa

Provavelmente levará algumas semanas até que seu corpo volte ao normal após um aborto espontâneo. Se a gravidez era desejada, provavelmente demorará muito mais para você se recuperar emocionalmente. Se a gravidez não foi planejada, não é incomum sentir algum alívio junto com outras emoções complicadas. A experiência de um aborto espontâneo pode fazer com que você desconfie de seu corpo ou cause tensão entre você e seu parceiro. Muitas pessoas consideram a terapia útil na recuperação de um aborto espontâneo. Pessoas com histórico de transtorno de humor, como depressão ou ansiedade, devem consultar um profissional de saúde mental para evitar a recorrência ou o agravamento de um problema de saúde mental. Não importa como você se sinta sobre o aborto espontâneo, é importante fazer o acompanhamento com um profissional de saúde reprodutiva dentro de duas semanas para falar sobre o planejamento familiar e para ter certeza de que seu corpo está se recuperando. 

A seguir, uma lista de recursos e livros on-line que podem ser úteis durante a recuperação:

Recursos Online:

Livros:

  • Aborto espontâneo: Esclarecendo suas dúvidas - Ursula Markham

  • Maternidade Interrompida: O drama da perda gestacional - Maria Manuela Pontes

Você pode ler mais sobre as causas do aborto espontâneo em nosso artigo "O que causa um aborto espontâneo, e com que frequência ocorrem?"

Aprenda como manter precisas as previsões do seu próximo ciclo no Clue app, fazendo uma observação especial sobre essa gravidez aqui. Você pode acompanhar outras experiências, como humor, dor, sono, sexo, energia e muito mais, antes que ocorra a próxima menstruação.

ilustração da flor do Clue app
ilustração da flor do Clue app

Viva em sintonia com seu ciclo, baixe o Clue hoje.

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares

ilustração da flor do Clue app
ilustração da flor do Clue app

Viva em sintonia com seu ciclo, baixe o Clue hoje.