Ilustração: Marta Pucci

LGBTQIA

Minha menstruação sincroniza com a de outra pessoa?

Resultados de uma pesquisa sobre "sincronia menstrual" com casais lésbicos, trans e queer

por Jen Bell, Former Writer at Clue
  • Compartilhar este artigo no Twitter
  • Compartilhar este artigo no Facebook
  • Compartilhar este artigo pelo WhatsApp

Tradução: Jade Augusto Gola

A saúde menstrual tem sido negligenciada pela comunidade científica, por isso sobram mitos, teorias, crenças e estigmas sociais que carecem de evidências conclusivas. Um desses mitos é a ideia de que ciclos menstruais se alinham, ou "sincronizam."

Após nossa colaborada de pesquisas, a Dra. Alexandra Alvergne (Universidade de Oxford) ter escrito sobre a história da teoria dos ciclos sincronizados, nós perguntamos a usuárixs do Clue se elxs pensam que seus ciclos têm menstruado com o de outras pessoas (que também usassem o Clue).

Mais de 1,500 pessoas responderam nos contando que tipo de relação elxs fazem parte (amizade, irmandade, maternidade/paternidade, parceirxs, colegas de quarto, colegas), se essas pessoas viviam juntas e se estavam usando anticoncepcionais hormonais.

De nosso pequeno estudo piloto com usuárixs do Clue, nossos cientistas de dados descobriram que ciclos menstruais de pessoas que viviam juntas não se alinhavam. Nossa evidência estatística também indicou que ciclos são, na verdade, mais propensos a divergir do que sincronizar ao longo do tempo.

É comum haver variação em durações de ciclos, e a menstruação geralmente dura por vários dias, então é plausível que você às vezes menstrue ao mesmo tempo que amigos, parceirxs ou familiares. Isso pode dar uma falsa impressão de sincronicidade, e pode ser a razão pela qual muitas pessoas atestam que sua menstruação sincroniza com os outros em algum momento de suas vidas.

Comentários sobre os resultados de nossa pesquisa

E se você menstruar e estiver se relacionando com alguém que estiver menstruando ao viverem juntxs? É mais provável que vocês irão sincronizar? Nós questionamos estas experiências pessoais a casais lésbicos, queer e trans que vivem juntos. Aqui algumas respostas:

"Creio que as evidências de vocês fazem sentido. Criou-se essa ideia de que pessoas menstruantes "sincronizam" e isso parece que é mais uma maneira de estigmatizar mulheres quando elas menstruam. No contexto das relações românticas/sexuais entre duas pessoas com ciclos menstruais, isso é usado como uma maneira de criticar nossas relações, implicando que deve ser um enlace explosivo e intenso o tempo todo porque são duas pessoas "loucas e hormonais" juntas o tempo todo.

Em nossa relação, eu não tenho muitos efeitos colaterais da menstruação, e nós notamos sim que às vezes menstruamos ao mesmo tempo, mas geralmente isso não acontece. Somos levemente irregulares, talvez pela necessidade de usar contraceptivos, então faz sentido que após não termos ciclos iguais eles se igualariam um pouco. Há vários dias em um mês, faz sentido que eventualmente se tenha a menstruação no mesmo ciclo que as pessoas ao redor de você!" - Hannah

"Eu nunca sincronizei [com ninguém] porque eu tomo a pílula para regular meu ciclo". - Relato anônimo

"Nós sincronizamos de maneiras estranhas. Meu ciclo é curto mas bem regular. O dela é regular mas dura mais. Ela tem só algumas menstruações ao longo do ano que são uma semana ou mais cedo — sincronizando comigo." - Relato anônimo

"Nós nunca sincronizamos. Na única vez em que menstruamos no mesmo dia nossos ciclos tiveram durações diferentes e depois disso nunca mais se alinharam outra vez. Até hoje só ouvi histórias questionáveis de amigos que parecem ter sincronizado com suas irmãs, mas eu acho levemente surpreendente que não haja evidência alguma sobre sincronia em seu estudo." – Eloise

"Nós sincronizamos completamente, é assustador" – Relato anônimo

"Ouço faz tempo que ciclos se alinham. Já houve vezes em que eu sincronizei com mulheres que não eram parceiras, mas é uma sincronia que não parece durar muito. Minha parceira e eu nunca sincronizamos, mas ela usa um DIU de cobre e tem um padrão menstrual bastante estabilizado e eu estou na perimenopausa avançada e meus ciclos não estão mais tão regular como antes. Então eu suspeito que "sincronia" é realmente a confluência de diferentes ciclos em intersecção em um momento específico" - Relato anônimo

Por que a ideia de sincronicidade menstrual persiste?

Nós queremos acreditar nisso? Se nós alinhamos nosso ciclo com o de alguém, isso significa que temos uma conexão especial? Ou nós nos interessamos em sincronia de ciclos por razões práticas?

"Após ler sobre sua pesquisa, suspeito que a razão por muitas pessoas gostarem da ideia de sincronicidade é pela necessidade de vínculos—a menstruação ainda é um tabu na sociedade e parece bom conectar-se com outras pessoas menstruantes ou coisa parecida. Também a ideia das mulheres misteriosamente sincronizarem faz parte daquele aspecto de "nunca iremos entender totalmente os mistérios do corpo feminino", algo que tem raiz na misoginia.

Também acho que muitas pessoas em relacionamentos onde ambas menstruam se frustram por se sentirem desconfortáveis com parceiros quando um(a) ou outro(a) está menstruando, daí ficam com essa ideia de que sincronia é possível, algo que pode fazê-las menos preocupadas com a falta de sexo durante metade do mês, na expectativa apenas daquele um quarto de mês. Mas isso não tem base na ciência talvez." – Hannah

Mais adiante iremos conduzir um estudo complementar mais abrangente. Talvez uma janela temporal maior poderia trazer resultados diferentes.

"Sim, eu sincronizei após 16 anos" - Relato anônimo

Gostaríamos de fazer mais análises sobre este e outros temas pouco pesquisados no campo da saúde menstrual e reprodutiva. Você tem sugestões sobre o que nós poderíamos pesquisar? Você tem formação científica e gostaria de colaborar com o Clue? Escreva para research@helloclue.com.

Quer observar se seu ciclo sincroniza com o de uma amiga ou parceiro(a)? Baixe o Clue agora e comece a monitorar sua menstruação.

An illustration of a heart

Gostou dessa leitura? Ajude-nos a criar ainda mais conteúdo: contribua com nossa pesquisa científica. Donate now

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares