Ilustração de seio dolorido

Ilustração: Marta Pucci

Cólicas e dores

Dor nos seios e o ciclo menstrual

O que é e o que fazer a respeito

*Tradução: Juliana Secchi

Coisas importantes a saber:

  • A dor nos seios é um sintoma pré-menstrual comum que ocorre normalmente de cinco a dez dias antes do início da menstruação

  • A dor cíclica nos seios faz parte do ciclo menstrual e geralmente não é motivo de preocupação

  • Para aliviar, experimente usar sutiãs com suporte, compressas quentes e frias, massagem, medicação, ervas e suplementos, mudanças na dieta e/ou meditação

Como a dor nos seios está relacionada ao ciclo menstrual?

A dor cíclica nos seios ou dor mamária (também chamada mastalgia) é um sintoma pré-menstrual comum que ocorre em uma frequência previsível relacionada ao ciclo menstrual.

Geralmente acontece na fase lútea (depois da ovulação e antes da menstruação) e termina assim que a menstruação começa. Pessoas que tomam hormônios contraceptivos, hormônios para tratamento de fertilidade, para controle de sangramento anormal ou para menopausa também podem sentir dor nos seios relacionada às alterações nos níveis dos hormônios decorrentes desses tratamentos.

Como saber se sua dor nos seios é cíclica

A dor nos seios cíclica é normalmente sentida em um determinado período do ciclo menstrual e apresenta certos sintomas:

  • Dor nos seios sentida entre cinco e dez dias até o início da menstruação, desaparecendo depois do início da menstruação (1)

  • Sente-se os seios doloridos, pesados e sensíveis, mas a dor também pode parecer aguda ou em pontadas (1)

  • Seios inchados ou com aspecto granulado nos dias antes da menstruação começar (2)

As dores nos seios às vezes podem ser severas o suficiente para impactar a atividade física e a prática sexual (2). Apesar de ser menos comum, algumas pessoas também relataram interferência nas atividades escolares, trabalho e sono em decorrência de dor nos seios (2).

Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

"Dor" é apenas uma entre dezenas de categorias para você acompanhar sua saúde e seu ciclo menstrual no Clue

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

mais de 2M+ avaliações

Soluções eficientes e com respaldo científico para a dor nos seios

Apesar de a dor nos seios relacionada à menstruação ser comum e afetar muitas mulheres e pessoas com ciclos, há pouca pesquisa sobre como conseguir aliviá-la. Mas aqui vão algumas medidas simples que você pode adotar:

Sutiãs. Use um sutiã com suporte e bem ajustado (3, 4). A maioria das pessoas usa sutiã no tamanho errado. Se você usar seu sutiã no tamanho correto, isso pode ajudar a diminuir a dor nos seios, sobretudo para pessoas com seios grandes. Existem fóruns online que podem orientar sobre como medir corretamente o tamanho do sutiã em casa. Considere dormir com um sutiã confortável se a dor nos seios está afetando seu sono (3).

Paliativos. Use compressas mornas ou bolsas de gelo (o que for melhor) e massageie suavemente (3).

Medicação. Para a maioria das pessoas, tomar medicação para dor que pode ser comprada facilmente em farmácias, como ibuprofeno ou paracetamol, é seguro e é uma medida sensata para tentar aliviar a dor nos seios. No entanto, faltam evidências para determinar se isso apresentaria um efeito melhor do que o de um placebo (5).

Suplementos e ervas. Vitex agnus-castus (também conhecida como árvore casta) é uma erva que se descobriu melhorar uma série de sintomas pré-menstruais, incluindo inchaço e dor nos seios (6-8). Algumas pessoas obtém resultados benéficos tomando óleo de prímula (ou seu componente ativo, ácido gama-linolênico), vitamina E ou os dois juntos, mas a pesquisa forneceu resultados inconsistentes (3, 5, 9). A linhaça em pó pode diminuir a intensidade e a duração da dor cíclica nos seios (6, 10). Um estudo mostrou que a Matricaria chamomilla (camomila) pode ajudar a aliviar a dor pré-menstrual nos seios, contudo mais pesquisas são necessárias (11).

Mudanças na dieta. Pesquisas sugerem que dietas ricas em gordura podem influenciar a dor cíclica nos seios (12). Dois estudos mostraram que reduzir a ingestão de gordura na dieta pode melhorar a dor cíclica nos seios (13,14).

Meditação e relaxamento. Pessoas com dor nos seios que praticam relaxamento muscular progressivo diariamente podem apresentar redução na dor (15). A prática de meditação "mindfulness" pode ajudar a melhorar os sintomas pré-menstruais em geral (16).

Se essas soluções não ajudarem

Consulte profissionais de saúde se a dor nos seios for intensa e não melhorar com essas medidas. Eles poderão oferecer outras opções, como dar início ou mudar uma medicação anteriormente prescrita (9, 17).

Coisas que não parecem ajudar

Algumas intervenções provaram ser ineficientes ou inconclusivas. As vitaminas B1 e B6 foram estudadas, mas não parecem ser eficazes na redução da dor nos seios (3). A redução na ingestão de cafeína foi estudada, mas apresentou resultado inconclusivo (3). O uso de diuréticos também não demonstrou eficácia (3).

Qual é a razão biológica para dor nos seios cíclica?

A causa da dor nos seios cíclica é provavelmente hormonal devido ao seu padrão em relação ao ciclo menstrual, mas o hormônio exato (ou hormônios) envolvido não é conhecido (3). Algumas teorias incluem excesso de estrógenos ou prolactina, ou deficiência de progesterona durante a fase lútea, mas os estudos apresentaram resultados conflitantes (3). Ainda assim, a dor nos seios cíclica é comum depois da ovulação (18).

Outras teorias sobre a causa da dor cíclica nos seios incluem retenção de líquidos e metabolismo lipídico (gordo) (3). Dutos lácteos inchados também foram encontrados em pessoas que sofrem de dor cíclica nos seios e dor não-cíclica nos seios (19).

Uma nota da equipe científica do Clue

Quando você monitora sintomas no Clue, você está ajudando cientistas a entender mais sobre a dor nos seios.

Laura Symul, uma cientista de Stanford, está atualmente estudando como a dor nos seios é relatada pelxs usuárixs do Clue de diferentes origens demográficas, para ver se os dados revelam padrões que ainda não foram descritos em pesquisas científicas.

Leia mais dicas sobre como monitorar seu ciclo menstrual com o Clue app.

Dor nos seios é comum e normal

Embora isso provavelmente não resolva o desconforto que você possa estar sentindo, às vezes é reconfortante saber que muitas outras pessoas estão lidando com a mesma coisa e que isso faz parte do padrão normal de mudanças do seu corpo durante o ciclo.

Mudanças cíclicas nos seios que incluem dor, sensibilidade e inchaço afetam em torno de sete entre dez pessoas em fase pré-menopausa (2, 20). Muitas pessoas se preocupam que a dor nos seios signifique que tenham câncer de mama, mas dor nos seios isolada — especialmente quando é cíclica — não é um sintoma típico de câncer.

Se a dor nos seios está preocupando você, procurar profissionais de saúde para fazer um exame e obter maiores informações pode ajudar a aliviar a ansiedade e talvez até mesmo parte da dor nos seios (21).

O que mais devo saber sobre a dor nos seios?

A dor que não é cíclica (ou seja, que não está relacionada ao ciclo menstrual ou que não desaparece) pode ser causada por algo no peito ou na caixa torácica, como inflamação, infecção ou lesão, ou pode ser um sinal de câncer (17). A dor nos seios não-cíclica que está persistente em um ponto – principalmente se também houver um nódulo no seio – deve ser avaliada por um(a) médico(a) (17).

A dor nos seios também pode ser um dos primeiros sinais de gravidez. Se for possível que você esteja grávidx, seus seios podem estar sensíveis e sua menstruação pode estar atrasada. Fazer um teste de gravidez pode ser uma boa ideia.

An illustration of a hand pressing a button

Let's support one another.

and champion menstrual health together. Make an impact today in one click.

An illustration of a hand pressing a button

Anatomia

Seios e mamilos: os diferentes formatos e tamanhos

Reconhecer a diversidade de características dos seios é essencial na desconstrução da forma como eles são percebidos e retratados.

Artigos mais populares