Arte por Marta Pucci

Contraceção Hormonal

O implante contraceptivo: mitos e equívocos

*Tradução: Juliana Secchi

Coisas importantes a saber:

  • Alguma mudança no seu padrão de sangramento é um efeito colateral comum do uso do implante

  • É possível engravidar rapidamente após retirar o implante

  • Durante um período de três anos de uso do implante, oscilações de humor foram um dos efeitos colaterais mais relatados

O implante é um tipo de contracepção reversível de ação prolongada (CRAPs) que é colocado no tecido subcutâneo do braço. Existe um tipo de implante disponível nos EUA. É uma haste flexível, do tamanho de um palito de fósforo, que contém um tipo de progestina chamado etonogestrel (1). Outros tipos de implantes compostos por duas hastes e contendo progestina levonorgestrel estão disponíveis em outras partes do mundo (1,2).

Os implantes são uma forma de contraceptivo altamente eficaz.

De 100 pessoas que usam o implante como contraceptivo ao longo de um ano, menos de 1 engravidará (1). Compare isso com o uso típico da pílula anticoncepcional (ou seja, não tomá-las idealmente), onde 7 gestações ocorreriam em um ano entre 100 pessoas (1).

Uma vez colocado, o implante pode ser usado de 3 a 5 anos dependendo do tipo (2,3).

Embora seja altamente eficaz e fácil de usar, é comum que existam perguntas e preocupações sobre um método contraceptivo que é colocado dentro do seu corpo. Em um grupo de mulheres australianas que nunca haviam usado o implante, algumas tiveram opiniões positivas sobre a confiabilidade e a conveniência do método, mas algumas também tiveram preocupações com os efeitos colaterais, efeitos a longo prazo como fertilidade, ou dor com a colocação e remoção (4). Algumas pessoas relatam sentirem-se desconfortáveis ​​com a ideia de um “corpo estranho” dentro delas (5).

Continue lendo para saber mais sobre o que esperar quando você coloca um implante: queremos deixar os mitos para trás destacando a realidade.

Imagem de três telas mostrando o aplicativo Clue

Use o Clue app para monitorar e acompanhar seus métodos contraceptivos

  • Baixe o Clue app na App Store
  • Baixe o Clue app na Play Store

4.8

Ilustração de uma avaliação cinco estrelas

mais de 2M+ avaliações

Dói para inserir o implante?

Antes da colocação do implante uma medicação é usada para anestesiar a área de inserção (2,3). Você pode sentir a picada da agulha se a medicação for injetada e uma picada ou queimação da medicação por alguns segundos. Depois disso a área ficará dormente, assim você não deverá sentir o implante sendo colocado. Depois que o implante é colocado, a área pode ficar machucada ou dolorida por um dia ou dois.

Se o implante continuar causando dor ou desconforto após os primeiros dias, entre em contato com seu profissional de saúde. Em um estudo com 301 pessoas que tiveram o implante colocado, 11% tiveram hematomas e/ou dor no local após a colocação (6). Em outro estudo com 330 pessoas usando o implante por até 2 anos, menos de 3% delas relataram dores leves e ocasionais no local do implante (7).

O implante afeta minha fertilidade a longo prazo?

Entre 76 e 100% das pessoas conseguem engravidar no primeiro ano após a remoção do implante, o que é semelhante às taxas de gravidez para pessoas que interrompem outros tipos de contraceptivos (8). Não há aumento de risco de anomalias congênitas ou problemas de saúde infantil para gestações concebidas após a remoção do implante (8).

O implante pode se perder dentro de mim?

Ocasionalmente, podem haver problemas com a forma como o implante é colocado. Se um implante for inserido muito profundamente, pode ser difícil sentir sob a pele e mais difícil de remover.

O aplicador do implante de etonogestrel foi redesenhado para diminuir as chances de uma colocação profunda (1). Em alguns casos raros, pode ser que o implante não tenha sido "perdido", mas que nunca tenha sequer sido colocado. Profissionais de saúde devem procurar sentir o implante imediatamente após a inserção para garantir que ele esteja realmente lá (1). Se o implante não puder ser sentido (logo após o procedimento ou mais tarde), um ultrassom ou raio-x pode servir para localizá-lo (1).

Após a colocação, a maioria dos implantes deve se deslocar alguns milímetros ou até mesmo nada (9). Foram relatados casos excepcionais em que o implante se deslocou alguns centímetros ou mesmo através de um vaso sanguíneo até os pulmões (1,10-12), mas esses casos são raros.

O implante pode me deprimir ou afetará meu humor?

Durante um período de três anos do uso do implante, as oscilações de humor foram um dos efeitos colaterais mais relatados (5,8%) (13). Em um estudo que avaliou 942 pessoas com implantes em todo o mundo, cerca de 4% deixaram de usá-lo devido a alterações no humor ou na saúde mental, incluindo oscilações de humor, nervosismo e depressão (13).

As taxas de remoção de implante devido a relatos de alterações na saúde mental foram maiores nos EUA em comparação a outros países (13). Em estudo com 330 pessoas com implantes nos EUA, cerca de 14% relataram oscilações de humor e 7% tiveram depressão relacionada ao implante (7). Para quem teve o implante removido, 6% o fizeram por causa das oscilações de humor e 2% devido à depressão (7).

A minha menstruação vai ficar muito irregular?

Uma mudança no seu padrão de sangramento é um efeito colateral comum do implante. Geralmente o sangramento é mais leve com o implante, mas algumas pessoas podem apresentar sangramentos mais intensos—especialmente no início (1). O número médio de dias em que ocorrem sangramentos e manchas é geralmente menor com o implante em comparação a alguém que tem ciclos menstruais naturais, mas o sangramento ou manchas podem ser imprevisíveis (1,14).

Sangramentos ou manchas prolongadas ou frequentes são mais comuns nos primeiros meses de uso do implante (1).

11% de quem remove o implante o faz devido a irregularidades no sangramento, sendo que o sangramento frequente ou prolongado são os dois motivos mais comuns para optar pela remoção do implante (14). Quase um quarto de usuári@s de implante não apresenta sangramento e um terço apresenta, em média, menos de um episódio de manchas ou sangramentos por mês (14). A maioria das pessoas que utiliza o implante desenvolverá um padrão de sangramento “satisfatório” após seis meses de uso, mas cerca de um terço ainda terá um padrão de sangramento “insatisfatório” após seis meses (1).

Se o seu padrão de sangramento com o implante estiver incomodando, converse com seu(ua) médico(a) sobre opções para lidar com isso. Se você deseja manter o implante, poderá usar medicamentos como ibuprofeno, contracepção hormonal combinada ou estrogênio para controle de sangramento a curto prazo (15).

Outras pessoas notarão que estou usando implante?

O contorno do implante normalmente não pode ser visto, embora deixe uma pequena cicatriz e possa ser sentido sob a pele (1). Após a colocação do implante, ele será enfaixado por alguns dias (2,3). A inserção do implante também pode deixar um hematoma no braço que pode levar dias para desaparecer (1).

Considerações Finais

O implante é uma boa opção para muitas pessoas uma vez que a maioria pode usá-lo com segurança, além de ser eficaz e conveniente (1). Como com qualquer medicamento, existem efeitos colaterais em potencial que são importantes compreender antes de colocar o implante. É importante lembrar que a experiência de todos não será a mesma.

O monitoramento de sintomas e emoções no Clue pode te ajudar a saber se você está tendo efeitos colaterais a partir de um novo método contraceptivo. No caso do implante, o Clue também pode te ajudar a ver se o padrão de sangramento está mudando ou melhorando após a colocação do mesmo.

An illustration of a hand pressing a button

Let's support one another.

and champion menstrual health together. Make an impact today in one click.

An illustration of a hand pressing a button

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares