Foto: Claire McWeeney

Sobre o Clue

A jornada de um ponto de dados

O que acontece quando você monitora seu ciclo no Clue.

por Ida Tin, CEO of Clue
  • Compartilhar este artigo no Twitter
  • Compartilhar este artigo no Facebook
  • Compartilhar este artigo pelo WhatsApp

*Tradução: Juliana Secchi

Você já se perguntou o que acontece depois que você digita no Clue app que está com cólicas, que teve uma relação sexual desprotegida, ou então qualquer outra das tantas informações que pode monitorar?

O que você monitora vira um ponto de dados. Uma pequena informação que guardamos e analisamos para você, e que podemos também dividir com pesquisadores da área de saúde cuidadosamente selecionados — mas é claro, depois de termos nos assegurado de que esse ponto de dados não pode ser rastreado de volta até você.

Parece simples. Só que na verdade seu ponto de dados embarca em uma jornada e é nosso trabalho mantê-lo seguro durante esse percurso.

Primeiro, os dados são analisados em nosso processo interno e armazenados com segurança

Seu ponto de dados pode ter tarefas a cumprir antes que chegue ao destino final. Ele viaja desde o seu aplicativo Clue através de um canal seguro direto ao nosso processo interno, onde é analisado pelos nosso algoritmos. A tecnologia do Clue analisa o ponto de dados no mesmo contexto dos outros pontos de dados que você monitorou, para que nós possamos ajudar você com as previsões de ciclo e reconhecimento de padrões. O processo interno também verifica o ponto de dados para ver se seu ciclo parece saudável ou se alguma coisa parece estar errada. Dessa forma, podemos notificar você.

Realizamos uma série de procedimentos para garantir que a informação não se perca ou mesmo que seja roubada no caminho. Mantemos qualquer informação que possa identificar você em um só lugar e toda a informação sensível sobre o monitoramento do seu ciclo em uma base de dados separada. Também criptografamos seu ponto de dados — uma medida de segurança que embaralha os dados, tornando-os ilegíveis para qualquer um além de nós.

Somos uma empresa com sede na Alemanha, país que faz parte da União Europeia. As regulações são rigorosas na União Europeia sobre como as organizações devem lidar com dados considerados "sensíveis", como os dados do monitoramento do seu ciclo. Por exemplo, você tem direito de excluir seus dados. Você pode solicitar que sua informação seja toda exportada ou mudar suas informações e levá-las com você para outro lugar. Se quiser saber mais sobre como nós lidamos com suas informações sensíveis, você pode ler sobre isso aqui.

Outros dados que você gera são chamado "dados de uso"

Ao monitorar seu ciclo no Clue você também gera outro tipo de informação, que é sobre a forma com que você usa o aplicativo. Esse tipo de dado nos ajuda a entender se existem seções onde podem estar confusas para você, ou se existem coisas que você não consegue encontrar ou usar facilmente. Analisamos esse tipo de dados de uso e usamos outros provedores de serviços e ferramentas para nos ajudar a entendê-los.

"Dados de uso" são menos sensíveis que os dados privados relacionados à saúde que você monitora. Você cria um rastro de dados toda vez que usa qualquer aplicativo ou visita um site. E isso também importa. Seguimos as melhores práticas para proteção de dados aqui também, examinando cuidadosamente nossos fornecedores de serviços quanto ao nível de conformidade com a proteção de dados.

Compartilhamos dados anônimos com pesquisadores cuidadosamente selecionados

Eu mencionei que seus dados anônimos podem ser compartilhados com pesquisadores de saúde cuidadosamente selecionados de uma instituição de pesquisa confiável. Por que nós fazemos isso?

Não ganhamos nenhum dinheiro com isso. Nós, na verdade, gastamos muitos recursos nessas parcerias — analistas de dados, coordenadores de pesquisa, entre outros. Então nos custa dinheiro realizar essas colaborações.

A razão pela qual achamos que isso é tão importante é que temos um conjunto de dados que contém aquilo que as pessoas com ciclos realmente passam — um conjunto tão grande e diverso que nenhum pesquisador individual poderia coletar. Somos os guardiões de confiança dessa informação e acreditamos que isso deveria beneficiar não só os usuários do nosso aplicativo, mas também a sociedade de forma geral.

À medida que a comunidade científica aprende mais sobre os ciclos menstruais e saúde reprodutiva por meio de nosso conjunto de dados, esse conhecimento acabará chegando aos profissionais de saúde e resultará em melhores cuidados de saúde para todos, e esperamos que inclusive para você. Achamos que isso é positivo. Estamos muito felizes e gratos pelas milhões de pessoas que usam o Clue e também pensam dessa forma.

Esse tipo de pesquisa foi sistematicamente pouco financiado e negligenciado, por isso estamos felizes em ajudar em seu avanço. Você pode ler mais sobre nossas colaborações científicas aqui, em inglês.

E quanto à informação dos meus outros aplicativos? E quanto à venda de dados?

Seu ponto de dados está seguro nos servidores do Clue. Dados dos outros aplicativos podem não ter essa sorte. Muitas empresas de aplicativos optam por ganhar dinheiro vendendo suas informações a anunciantes ou corretores de dados. É improvável que você como usuário saiba disso. Você poderia aprender mais sobre isso lendo os Termos de Serviço e Políticas de Privacidade toda vez que você instala um aplicativo. Na maioria dos casos, são documentos legais intermináveis escritos em letras pequenas e ilegíveis, feitos para não serem compreendidos.

Nós do Clue acreditamos que vender dados sem o consentimento real e ocultar esse processo é totalmente errado. Somos dedicados a escrever esses documentos de uma forma que você não apenas os entenda, mas também que possa fazer uma escolha com informação e aprender a manejar sua privacidade de dados. Leia aqui nossa Política de Privacidade e Termos de Serviço.

Nós não vendemos seus dados. Ponto final.

Eu escrevi sobre como ganhamos dinheiro aqui, em inglês.

As pessoas que trabalham no Clue podem ver o que eu monitoro?

Apenas algumas poucas pessoas têm acesso às ferramentas que nós usamos para examinar o banco de dados. Eu por exemplo, como CEO, não posso ver. Por precaução, também temos acesso restrito aos dados dos ciclos monitorados. Cuidar de nossos usuários é um valor primordial do Clue — seria contra quem somos e no que acreditamos ver os dados individuais de usuários.

E quanto a ser hackeado? E se alguém roubar meu telefone? Esses são perigos reais nessa trajetória épica do seu ponto de dados. O Clue ou um dos serviços que usamos poderia ser hackeado. Cada era tem seus vilões. Fazemos tudo o que está ao nosso alcance para manter os dados seguros, mas também reconhecemos que coisas ruins podem acontecer.

Eu acredito que os benefícios de viver em uma era de dados superam os riscos.

Quando você coleta dados sobre sua saúde, você tem a possibilidade de cuidar de seu corpo, ter mais informação e obter cuidados. Seu maior risco não é que sua empresa de aplicativos seja hackeada, mas sim que tivesse sido fundada por pessoas cujas escolhas éticas você não está de acordo. É por isso que você deve escolher com atenção com quem você compartilha seus dados.

Algumas dicas finais para você e para a jornada dos seus dados

Mantenha uma senha no seu telefone e crie uma conta no aplicativo Clue. Você pode até ativar um código PIN no aplicativo Clue e assim ter uma camada extra de proteção.

Às vezes, as pessoas pensam que criaram uma conta no Clue e que mantemos seus dados de monitoramento armazenados com ela. Mas se você usar o Clue sem uma conta, então a informação só é armazenada no seu telefone. Isso significa que se você perder o telefone e não tiver feito um back-up, toda a sua preciosa informação cairá em um terrível abismo e estará perdida para sempre. É assim que a maioria dos usuários perde seus dados. Portanto, crie uma conta ou faça o back-up do seu telefone, ou melhor ainda, faça ambos.

Se você for menor de 16 anos e viver na União Europeia, você pode precisar do consentimento dos seus pais para criar uma conta devido às leis de informação europeias. Se você tem menos de 13 anos e mora nos Estados Unidos, o procedimento prescritivo para consentimento dos pais é tão complicado que, infelizmente, não podemos apoiá-lo tecnicamente, o que significa que você não pode usar o Clue se tiver menos de 13 anos. Embora geralmente apoiemos os avanços nas leis de proteção de dados e concordemos que isso é particularmente importante para menores, achamos realmente lamentável que um aplicativo como o Clue exija a supervisão dos pais. Trata-se do monitoramento discreto e o recurso de informação que muitos de nós desejamos ter tido durante esse período confuso da adolescência — e suspeitamos que alguns dos que mais precisam de apoio o abandonem ao invés de conversar com os pais (que podem não ser muito melhor instruídos para distinguir entre aplicativos "bons" e aplicativos "ruins").

Ah, e um último conselho. Se você usa um aplicativo que deseja coletar dados sobre todos os tipos de coisas — por exemplo, sua localização — que parecem irrelevantes para o serviço que ele fornece, você deve se preocupar. Um aplicativo deve somente solicitar o tipo de dados que tenha algo a ver com sua finalidade. Se o aplicativo pedir mais do que o necessário, o objetivo pode ser coletar e vender esses dados.

No Clue, vemos a privacidade e a segurança dos dados como pilares do que deve ser feito corretamente. Espero que isso ajude você a entender como juntos podemos manter seus pontos de dados em segurança.

Aprenda sobre seu corpo e saúde feminina

A Steph do Clue te convida a ler nossa newsletter
Oi, eu sou a Steph! Enviaremos histórias educativas e curiosas sobre saúde feminina, além de compartilhar dicas e truques para você aproveitar o Clue app ao máximo!

An illustration of a heart

Gostou dessa leitura? Ajude-nos a criar ainda mais conteúdo: contribua com nossa pesquisa científica. Donate now

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares